Como Chegar

Da pobreza material à criatividade humana do Jequitinhonha

Um dos mais importantes fotógrafos do Brasil, Maurício Nahas é o convidado do próximo “Foto em Pauta” na Casa Fiat de Cultura, no dia 28 de setembro, quarta-feira. Durante bate-papo com o público, Nahas apresenta sua trajetória na fotografia e relata a experiência de percorrer mais de três mil quilômetros registrando a realidade do Vale do Jequitinhonha e das mulheres artesãs, para o projeto “do Pó da Terra”. A palestra será realizada a partir das 19h30, no Espaço Multiuso da Casa Fiat, e tem entrada gratuita, sujeita à lotação (200 lugares).

O projeto “do Pó da Terra” é composto por um livro, uma exposição de fotos e um filme, frutos da pesquisa realizada por uma equipe de 12 pessoas, desde 2013, em 13 cidades do Jequitinhonha. Idealizada pelo produtor cultural e agente fotográfico Fernando Machado, a iniciativa busca lançar um olhar mais verdadeiro e sensível sobre a produção artística em argila e cerâmica dos moradores da região, conhecida por sua realidade precária. Desemprego, seca, altas taxas de mortalidade, alcoolismo, violência e solo condenado pela monocultura do eucalipto; fizeram com que o Vale do Jequitinhonha recebesse o apelido de “Vale da Miséria”. Em contraponto às condições do local, está a criatividade das mulheres que, por meio da cerâmica, transformam o barro em obras de arte.

Mais que uma simples perspectiva documental, as fotos de Maurício Nahas retratam um espelho íntimo dos dias, da vida comum, da natureza, das dificuldades e da alma da região. Ao percorrer caminhos estreitos sobre o pó da terra e a água dos rios, a equipe desvendou um Brasil desconhecido, sob um ângulo poético e humano em relação à vida dessas personagens. Durante a palestra, o fotógrafo relata suas experiências ao público da Casa Fiat de Cultura, além de apresentar o livro de fotografias do projeto.

Fotógrafo premiado internacionalmente, Maurício Nahas é também reconhecido por outras frentes de trabalho: a publicidade, o editorial e o autoral. Coordenador do projeto “Foto em Pauta” e professor de fotografia da PUC Minas, Eugênio Sávio explica que, “durante a palestra, o público poderá conhecer mais sobre as facetas do fotógrafo e seus diversos trabalhos. Entre 2005 e 2011, por exemplo, Nahas realizou o incrível projeto pessoal ‘Trilogia Vermelha’, quando fotografou Cuba, Rússia e China, países que viveram o comunismo. É fundamental para o público mineiro conhecer a diversidade e qualidade dos trabalhos do fotógrafo”.

O “Foto em Pauta” almeja trazer a Belo Horizonte as figuras mais relevantes da produção fotográfica brasileira e transformar o estado de Minas Gerais em um polo de discussão da fotografia contemporânea. Por meio de palestras e apresentações, o público tem a chance não só de conhecer as obras de grandes fotógrafos, mas, também, conversar com os artistas e esclarecer suas ideias. O “Foto em Pauta” é realizado com recursos da Lei de Incentivo à Cultura do Município de Belo Horizonte e viabilizado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura e pelo Ministério da Cultura, por meio do Governo Federal. O projeto conta com patrocínio da Rede de Saúde Mater Dei, apoio cultural da Casa Fiat de Cultura e da Plan B Comunicação Online.

Com 30 anos de carreira, o paulistano Mauricio Nahas estudou medicina na Santa Casa de São Paulo até o 3º ano. Em 1986, começou a trabalhar como assistente de fotógrafo no Estúdio Abril.

Em 1995, abriu seu próprio estúdio. Hoje, trabalha para as mais importantes agências de publicidade do país. Além de seu trabalho pessoal, realiza editoriais de moda e retratos para o mercado editorial. O fotógrafo já conquistou um Leão de Ouro, três Leões de Prata e três Leões de Bronze no Festival de Cannes, e, em 2006, foi primeiro lugar no prêmio Conrado Wessel.

Há 10 anos, a Casa Fiat de Cultura cumpre importante papel na transformação do cenário cultural mineiro, ao apresentar, em Belo Horizonte, mais de 20 importantes exposições, de renomados artistas brasileiros e internacionais. A grande arte de Caravaggio, Chagall, De Chirico, Rodin, Tarsila do Amaral e outros pôde ser apreciada e discutida de forma gratuita ao longo dos anos, por todos os públicos, de todas as idades e classes sociais.

Sempre com mostras inéditas, a instituição desenvolve um Programa Educativo que é peça fundamental nesse trabalho de valorização e de ampliação do conhecimento proporcionado a seu público. Para cada exposição, são idealizados conceitos e temáticas a serem trabalhados em atividades educativas, em um modelo de Ateliê Aberto, que proporciona aos visitantes um espaço de experimentação livre e de participação nos processos do fazer criativo.

Cerca de 1,8 milhão de pessoas já visitaram a Casa Fiat de Cultura e mais de 300 mil pessoas participaram das atividades educativas. Para cada público, uma abordagem especial é adotada, com o intuito de encantar e transformar, de maneira positiva, o imaginário de cada visitante. É com esse espírito de envolvimento e inclusão que a Casa Fiat de Cultura tornou-se referência no Brasil, por meio da arte e da cultura, ao proporcionar experiências memoráveis ao público.

Palestra “Foto em Pauta”, com Maurício Nahas

28 de setembro de 2016, às 19h30

Entrada Gratuita 

Sujeito a lotação (200 lugares)

Espaço Multiuso da Casa Fiat de Cultura – 4º andar

Praça da Liberdade, 10 – Funcionários – BH/MG

Horário de funcionamento: terça a sexta, das 10h às 21h.

Sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h.

 

Informações

(31) 3289-8900

www.casafiatdecultura.com.br

casafiat@casafiat.com.br

facebook.com.br/casafiatdecultura

Instagram:@casafiatdecultura

www.circuitoculturalliberdade.com.br

Balklänning Robe De Mariée Robe De Mariée Balklänning