Como Chegar

Música na Capela – Orquestra de Câmara SESIMINAS

CASA FIAT DE CULTURA CONVIDA ORQUESTRA DE CÂMARA SESIMINAS PARA O PROGRAMA MÚSICA NA CAPELA

 

Orquestra apresenta um repertório que contempla obras eruditas e populares

 

Casa Fiat de Cultura apresenta, no dia 26 de maio, às 11h, a Orquestra de Câmara SESIMINAS no programa Música na Capela. Sob regência do maestro Marco Antonio Maia Drumond, a orquestra traz um programa eclético, que contempla estilos de diferentes épocas. O concerto será realizado na Capela de Santana, localizada nos jardins da Casa Fiat de Cultura. A entrada é gratuita, com espaço sujeito a lotação (80 lugares).

 

A apresentação será aberta com o clássico chorinho Odeon, de Ernesto Nazareth, numa adaptação de Eliseu Barros. Na sequência, um desfile pelo repertório de épocas distintas: primeiramente, Divertimento em Ré Maior, de Mozart; depois, uma peça barroca, Suíte nº 3, de Bach; em seguida, o romantismo da Sonatenzatz, de J. Brahms, num magistral trabalho de orquestração de William Barros. O repertório erudito é finalizado com a Bachiana Brasileira nº 5, de Villa-Lobos.

 

O segundo momento do concerto vai contemplar obras de cunho popular do cancioneiro brasileiro e internacional: Jazz Standing, de Duke Ellington; Suíte, de Chico Buarque; La Muerte del Angel; de Astor Piazzolla. Também será interpretada uma compilação de duas canções da banda mineira Skank, Dois Rios e Vou deixar, seguida de A Pantera cor-de-rosa, de E. Mancini. O conhecido chorinho de Zequinha de Abreu, Tico-tico no fubá, encerra a apresentação.

 

Desde 2015, o Música na Capela busca ampliar a formação musical do público, ao oferecer apresentações de experientes corais e grupos de câmara, com repertório diversificado e acesso gratuito. O programa é uma realização da Casa Fiat de Cultura e do Ministério da Cidadania, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, com o patrocínio da Fiat Chrysler Automóveis (FCA), Fiat Chrysler Finanças e do Banco Safra, e conta com apoio institucional do Circuito Liberdade, do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico (Iepha), do Governo de Minas e do Governo Federal.

Maestro Marco Antonio Maia Drumond, regente

 

Nascido em Belo Horizonte, Marco Antonio Maia Drumond começou a estudar música, aos cinco anos de idade, com a educadora Célia Flores Nava. Em 1960, ingressou no curso fundamental de violino da Universidade Mineira de Arte – hoje, Escola de Música da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) –, onde frequentou a classe do professor Gabor Buza. Em 1974, foi admitido no curso de graduação em Regência da Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), estudando sob a orientação do maestro Arthur Bosmans. Paralelamente, continuou o curso de violino com seu antigo professor.

Em 1981, obteve bolsa do governo polonês e seguiu para Varsóvia, onde realizou curso de pós-graduação em regência sinfônica e operística na Academia de Música Frederyk Chopin, estudando sob a orientação do maestro Henryk Czyz. Em 1983, em Weimar, frequentou curso de regência sinfônica com o maestro Kurt Mazur. De volta ao Brasil, assumiu, em 1986, a direção artística do Madrigal Renascentista e a regência da Orquestra de Câmara Sesiminas, da qual é maestro até os dias hoje. Retornou à Polônia em duas oportunidades para dirigir orquestras como as Filarmônicas de Walbrzych (1986) e de Szczeczyn (1992).

 

Orquestra de Câmara SESIMINAS

Com 33 anos de existência, a Orquestra de Câmara SESIMINAS foi fundada pelo Dr. Nansen Araújo, que foi presidente da FIEMG. Com o objetivo maior de garantir o acesso ao repertório camerístico de qualidade ao trabalhador da indústria mineira e seus dependentes, a Orquestra já conta com mais de 1.100 concertos realizados em locais que vão de pátios de fábricas, passando por hospitais e escolas, além das melhores salas de concertos da capital e de todo o estado de Minas Gerais.

Em sua trajetória, a Orquestra de Câmara SESIMINAS pôde atuar junto a solistas renomados como Nelson Freire, Antonio Meneses, Arthur Moreira Lima, João Carlos Martins, o violoncelista Antônio Meneses e o Duo Assad. No campo da música popular, artistas como Milton Nascimento, Vander Lee, Maria Gadu, Diogo Nogueira, e grupos como Skank e Jota Quest também puderam integrar sua rica programação.

 

Programa

 

– E. Nazareth – Odeon – Arranjo – Eliseu Barros

– W. A. Mozart – Divertimento em Ré Maior

– J. S. Bach – Aria da Suíte nº 3

– J. Brahms – Sonatenzatz – Orquestração de William Barros

– H. Villa- Lobos – Bachiana Brasileira nº 5

– Duke Ellington – Jazz Standing – Arranjo de Eliseu Barros

– Chico Buarque – Suíte – Arranjo – Marcelo Ramos

– A. Piazzolla – La muerte del angel

– Skank – Medley – Arranjo Mauro Rodrigues

– E. Mancini – A Pantera cor-de-rosa

– Zequinha de Abreu – Tico-tico no fubá

Serviço

 

Música na Capela de Santana da Casa Fiat de Cultura com Orquestra de Câmara SESIMINAS

Dia: 26/maio

Horário: 11h às 12h

Capela de Santana 

Entrada Gratuita

Informações:  (31) 3289-8900

 

Balklänning Robe De Mariée Robe De Mariée Balklänning