Como Chegar

Festival de Cultura Brasileira na Itália

Casa Fiat de Cultura Leva a Arte Brasileira a Itália

Desde 2011, a Casa Fiat de Cultura e a Embaixada do Brasil em Roma, com o patrocínio da Fiat Automóveis e apoio do Ministério da Cultura, leva o melhor da arte brasileira à capital italiana, promovendo, assim, o intercâmbio cultural entre os dois países. Por meio do Festival de Cultura Brasileira na Itália, realizado no Palácio Pamphilj, sede da Embaixada do Brasil em Roma, são realizadas apresentações que vão da música instrumental erudita ao design; das artes plásticas às artes cênicas.

Entre as atrações de 2011 e 2012 estão Nelson Freire, Grupo Uakti, Irmãos Campana, Nicolas Krassik, Grupo Galpão, Toquinho, Yamandu Costa, o artista plástico Vik Muniz, o violoncelista Antonio Meneses e a pianista Maria João, o pianista Eduardo Monteiro, o cravista Bruno Procópio, o barítono Paulo Szot e a exposição sobre o arquiteto Paulo Mendes da Rocha. Em 2013, o Festival abriu a programação com Concerto da organista e musicista Elisa Freixo e apresenta exposições de Ernesto Neto (5 a 23 de junho) e do fotógrafo Massimo Listri (segundo semestre).

Grupo UAKTI

No dia 7 de abril, o grupo mineiro Uakti apresentou, na Sala Palestrina, o espetáculo “4 Tempos”. No programa, músicas de Phillip Glass, Antônio Carlos Jobim, Milton Nascimento, Villa-Lobos, Artur Andrés e outros, oferecendo aos italianos a possibilidade de conhecer e apreciar a música instrumental desse que é um dos mais importantes grupos de música do país.

Além do espetáculo, o grupo Uakti realizou, no dia 08 de abril, um workshop de improvisação musical para músicos italianos, provenientes das principais escolas de música de Roma e da Universidade de Bolonha.

Nelson Freire

O pianista Nelson Freire foi a atração, do dia 29 de abril, no 1º Festival de Cultura Brasileira na Itália, realizado pela Casa Fiat de Cultura. O concerto aconteceu na sede da Embaixada do Brasil na Itália, no famoso Palazzo Pamphilj, na Piazza Navona. Durante a apresentação, o pianista mineiro tocou peças de famosos compositores, como Bach, Schumann, Liszt e Villa-Lobos, possibilitando que os apreciadores da música erudita pudessem conferir o excepcional talento do solista.

Irmãos Campana

De 24 de maio a 24 de junho, a mostra Brazilian Baroque Collection apresentou uma nova produção criativa de móveis e objetos dos irmãos Fernando e Humberto Campana. A mostra foi aberta na Galeria Cortona do Palazzo Pamphilj, sede da Embaixada em Roma, com curadoria de Emanuela Nobile Mino e colaboração da Galleria O. e Collezione Calabresi Roma. Os designers mesclaram a tradição italiana e o barroco brasileiro, resultando em peças atraentes e inusitadas. A origem brasileira está fortemente presente nas criações, como as luminárias batizadas de Ouro Preto (cidade ícone do barroco brasileiro).

Nicolas Krassik

O violinista de choro Nicolas Krassik e banda apresentam, no dia 15 de junho, concerto na Sala Palestrina, no Palácio Pamphilj, sede da Embaixada do Brasil em Roma. No programa, importantes nomes da música brasileira como Pixinguinha, Nelson Cavaquinho, Chico Buarque, Dominguinhos e Gilberto Gil.

O concerto é parte do Festival de Cultura e Arte Brasileira na Itália, realizado pela Casa Fiat de Cultura, em parceria com a Embaixada do Brasil em Roma e o Ministério da Cultura, e patrocínio Fiat Automóveis.

Data: 15 de junho de 2011

Local: Sala Palestrina – Palazzo Pamphilj, Roma

Grupo Galpão

O Galpão é um dos grupos de teatro mais importantes do Brasil atualmente. A Casa Fiat de Cultura, em parceria com a Embaixada do Brasil em Roma e o Ministério da Cultura, leva ao público italiano a peça Tio Vânia: aos que vieram depois de nós, numa nova montagem da companhia teatral brasileira. A apresentação é parte do Festival de Cultura e Arte Brasileira na Itália, promovido pela Casa Fiat desde 2011.

A montagem de Tio Vânia integra o projeto Viagem à Tchékhov, lançado pelo Grupo Galpão no início do ano de 2011, como parte das comemorações dos trinta anos de existência da companhia. O texto expressa as aspirações individuais e coletivas dos atores, e ao mesmo tempo, retrata a maturidade da companhia. A peça, ambientada em uma decadente propriedade rural russa, no final do século XIX, aborda, de maneira profunda e delicada, o amor, o desejo, a passagem do tempo, o declínio físico, a aridez da existência, o desalento e a aniquilação dos sonhos.

Data: 22 de setembro de 2011
Local: Teatro Vascello – via G. Carini, 78, Monteverde Vecchio, Roma

Yamandu Costa

Considerado um dos maiores violonistas e compositores de jazz brasileiros e o ponto de referência mundial na interpretação da música brasileira, Yamandu Costa apresenta composições próprias, na Sala Palestrina do Palácio Pamphilj. O recital é parte do Festival de Cultura e Arte Brasileira na Itália, promovido pela Casa Fiat de Cultura, em parceria com a Embaixada do Brasil em Roma e o Ministério da Cultura, para levar o melhor da cultura brasileira aos italianos. O recital tem patrocínio Fiat Automóveis e apoio da TAM Linhas Aéreas.

Data: 28 de setembro de 2011
Local: Sala Palestrina – Palazzo Pamphilj, Roma

Antonio Meneses e Maria João Pires

A convite da Casa Fiat de Cultura e da Embaixada do Brasil em Roma, a pianista Maria João Pires e o violoncelista Antonio Meneses se apresentam no dia 15 de novembro na Sala Palestrina, no Palácio Pamphilj, sede da embaixada. No programa, importantes nomes da música clássica como Franz Schubert, Johannes Brahms e Clóvis Pereira.

O recital é mais uma realização da Casa Fiat de Cultura, em parceria com a Embaixada do Brasil em Roma e o Ministério da Cultura, por meio do Festival de Cultura e Arte Brasileira na Itália.

Data: 15 de novembro de 2011
Local: Sala Palestrina – Palazzo Pamphilj, Roma

Toquinho

O Festival de Cultura e Arte Brasileira na Itália, realizado pela Casa Fiat de Cultura, em parceria com a Embaixada do Brasil em Roma e o Ministério da Cultura, leva ao público italiano o recital de Toquinho, um dos principais artistas da música popular brasileira. Com grande popularidade na Itália, o músico será recebido na Sala Palestrina pelo Embaixador do Brasil em Roma, José Viegas Filho, no dia 11 de outubro de 2011. O recital conta, também, com a participação especial da cantora paulista, Anna Setton, com quem gravou clássicos da música brasileira. A apresentação é patrocinada pela Fiat Automóveis.

Data: 11 de outubro de 2011
Local: Palazzo Pamphilj, Roma

Exposição de Vik Muniz

Obras de Caravaggio e Annibale Carracci refeitas com recortes de papel. Michelangelo, Tiziano e Guercino com todo tipo de descarte encontrado no lixo nosso de cada dia. São as imagens de Vik Muniz, um dos mais importantes artistas contemporâneos do Brasil, que chegam à Itália para a mostra Vik Muniz, matrici italiane. A exposição acontece entre os dias 25 de novembro e 16 de dezembro, no Palazzo Pamphilj, sede da Embaixada do Brasil em Roma. A mostra faz parte da programação do I Festival de Cultura de Arte Brasileira na Itália, organizado pela com Casa Fiat de Cultura, em parceria com a Embaixada Brasileira e o patrocínio da Fiat Automóveis.

De acordo com Muniz, a exposição é uma homenagem aos grandes mestres da pintura italiana. Para a exibição foram selecionadas sete obras de duas diferentes séries, Pictures of Junk e Pictures of Magazine 2. Na primeira, Muniz reconstrói importantes telas de Caravaggio (Narciso), Michelangelo (Creazione di Adamo, inédita), Guercino (Atlante), Tiziano (Prometeo) e Guido Reni (Atalanta e Ippomene). Em Pictures of Magazine 2, Muniz desafia os visitantes a um novo olhar sobre a obra Bacchino malato (inédito), também de Caravaggio, e ao trabalho de Annibale Carracci, Bottega del macellaio.

Data: de 25 de novembro a 16 de dezembro de 2011
Local: Galleria Cortona – Palazzo Pamphilj, Piazza Navona 14, Roma

ENTRADA GRATUITA

Eduardo Monteiro

No dia 14 de dezembro de 2011, o público italiano vai apreciar o recital do pianista Eduardo Monteiro, na Sala Palestrina, na sede da Embaixada do Brasil em Roma. Na programação, estão presentes canções de Almeida Prado (Cartas Celestes), Villa Lobos (Impressões Seresteiras e Homenagem à Chopin), Mozart (Fantasia in Re minore) e Liszt (Sonata Dante). O evento é parte da programação do I Festival de Cultura de Arte Brasileira na Itália, organizado pela com Casa Fiat de Cultura, em parceria com a Embaixada Brasileira e o patrocínio da Fiat Automóveis.

Data: 14 de dezembro de 2011
Local: Sala Palestrina – Palazzo Pamphilj, Roma

Paulo Mendes da Rocha

A Casa Fiat de Cultura e a Embaixada do Brasil em Roma apresentam ao público italiano, pela primeira vez, a mostra Paulo Mendes da Rocha: dimensão humana, com trabalhos do arquiteto vencedor do premio Pritzker 2006. O evento inaugura a segunda edição do Festival de Cultura e Arte Brasileira na Itália, com patrocínio Fiat Automóveis. Paulo Mendes da Rocha é um aclamado arquiteto brasileiro, cujo trabalho é considerado um exemplo pragmático da chamada escola paulista, uma corrente estética que promove uma arquitetura clara, limpa e socialmente responsável. A mostra foi curada pelo italiano Giovanni Calabrese, que selecionou 16 fotografias de projetos do arquiteto, procurando mostrar os aspectos mais representativos de sua obra, dentro de um recorte: a dimensão humana. Para compor a mostra, Calabrese contou com o apoio do fotógrafo brasileiro Leonardo Finotti, especialista em arquitetura.

Data: 15 de junho de 2012
Local: Galeria Candido Portinari – Palazzo Pamphilj, Piazza Navona, 10, Roma

Bruno Procópio

A Casa Fiat de Cultura, em parceria com a Embaixada Brasileira em Roma e o Ministério da Cultura, realiza, no dia 27 de setembro de 2012, às 20h, concerto do cravista Bruno Procópio, no Palácio Pamphilj, sede da Embaixada. Parte da programação do Festival de Cultura Brasileira na Itália, patrocinado pela Fiat, o concerto conta com as participações de Emmanuelle Guigues, tocando a viola da gamba e Patrick Bismuth, no violino.

Após estudar com os mestres cravistas Hantai Pierre e Christophe Rousset, Bruno Procópio se tornou um dos mais talentosos jovens instrumentistas da atualidade. Em 1996, ganhou o primeiro lugar no concurso organizado pelo Conservatório Nacional Superior de Música e Dança de Paris (CNSMDP), para participar das aulas do Prof. Christophe Rousset. Em junho de 2001, ganhou os dois primeiros prêmios no CNSM de Paris, com cravo e música de câmara. O selo Paraty, dirigido por Bruno, lançou a primeira gravação do trabalho “Matinas de Natal”, escrito pelo luso-brasileiro, Marcos Portugal, em 1811, ganhando forte reconhecimento.

Em 2007, Emmanuelle Guigues conquistou, juntamente com Bruno Procópio, o prêmio “Choc de Le Monde de la Musique”, um dos mais importantes prêmios da música, por sua gravação de Sonatas de Bach. Patrick Bismuth é diretor do grupo La Tempesta e é co-fundador do Quarteto de Cordas Atlantis Quartet.

Serviço:
Concerto Bruno Procópio, com Emmanuelle Guigues e Patrick Bismuth
Festival de Cultura e Arte Brasileira na Itália
Dia: 27 de setembro de 2012, 20h
Sala Palestrina | Palazzo Pamphilj
Piazza Navona 14 | Roma
Entrada Gratuita

Paulo Szot

A convite da Embaixada Brasileira em Roma e do Ministério da Cultura, em parceria com a Casa Fiat de Cultura, o barítono Paulo Szot se apresenta no Palácio Pamphilj, exuberante construção barroca em Roma, sede da embaixada, no dia 30 de outubro, às 20h. Parte da programação do Festival de Cultura Brasileira na Itália, o recital conta com o acompanhamento do pianista Alfredo Abbati e traz em seu repertório peças de Giuseppe Verdi, Vincenzo Bellini, Carlos Gomes, Heitor Villa-Lobos, Gustav Mahler, Jacques Ibert, Maurice Ravel e Pëtr Il’ič Čajkovskij.

Paulo Szot é um dos principais cantores líricos brasileiros e estudou canto na Polônia, com Janina Kuszyk. Foi vencedor do V Prêmio Carlos Gomes, em 2000, na categoria vocal masculino e recebeu, em 2008, um Tony Awards das mãos de Liza Minelli por sua atuação no musical South Pacific, apresentado na Broadway, em Nova York.

O Festival de Cultura Brasileira na Itália está levando o melhor da arte brasileira à Itália, desde 2011. O patrocínio é da Fiat Automóveis.

Recital Paulo Szot
Festival de Cultura Brasileira na Itália
Data: 30 de outubro de 2012 – às 20h
Local: Sala Palestrina – Palazzo Pamphilj
Piazza Navona 14 | Roma
ENTRADA GRATUITA

Elisa Freixo

A organista e musicista Elisa Freixo é uma das convidadas do Festival de Cultura Brasileira na Itália, realizado em Roma, por meio de parceria entre a Embaixada do Brasil em Roma, a Casa Fiat de Cultura e o Ministério da Cultura, e com o patrocínio da Fiat Automóveis, CNH e Iveco. Com repertório escolhido especialmente para a ocasião, a artista se apresenta, no dia 22 de maio de 2013, às 20h, na Sant’Agnese in Agone, igreja barroca do século 17 que integra o conjunto do Prédio da Embaixada na Piazza Navona.

Após longo período de formação em órgão e cravo, no Brasil e na Europa, a paulista Elisa Freixo está radicada em Minas desde 1988, quando foi convidada, pela Fundação Cultural e Educacional da Arquidiocese de Mariana, a cuidar do órgão de sua Sé e a desenvolver um trabalho de divulgação em torno deste precioso instrumento. Além de suas atividades como concertista, que a levam a viajar regularmente pelo Brasil e por outros países, exerce intensa atividade didática, e vem produzindo uma série de gravações, ao órgão, como solista e camerista.

A musicista é, hoje, responsável por projetos de restauros de importantes órgãos históricos brasileiros, além de diretora artística dos Concertos no Museu do Oratório em Ouro Preto e responsável pela programação de concertos na Sé de Mariana e na Matriz de Santo Antonio de Tiradentes, em Minas Gerais. A artista também acaba de lançar seu último CD, gravado em Waltersdorf, Alemanha, com música ibero-americana dos séculos XVII e XVIII.

Serviço:
Concerto com a organista e musicista Elisa Freixo
Festival de Cultura Brasileira na Itália
Dia: 22 de maio, às 20h
Local: Igreja Sant’Agenese in Agone – Via di Santa Maria dell’Anima, 30 (Piazza Navona)– Roma – Itália
Entrada gratuita. Sujeito à lotação da Igreja.

Ernesto Neto

A Casa Fiat de Cultura realiza, em parceria com a Embaixada do Brasil em Roma, mais uma importante iniciativa dentro da programação do Festival de Cultura e Arte Brasileira na Itália: a exposição Ernesto Neto – Olhando o Céu.

Inaugurada no dia 28 de maio de 2013, a mostra apresenta ao público uma intervenção inédita de Ernesto Neto, com curadoria de Emanuela Nobile Mino, inspirada no grandioso afresco realizado pelo pintor italiano Pietro da Cortona (1596-1669), entre 1651 e 1654, e que retrata as histórias de Enéas, mítico fundador de Roma. O afresco decora toda a abóboda do ambiente barroco projetado pelo arquiteto Francesco Borromini (1599-1667) e é considerado o segundo maior de Roma – o primeiro é o da Capela Sistina, no Museu do Vaticano.

A instalação de Ernesto Neto – intitulada “Olhando o céu” – é vista pelo artista como um “convite a desviar a habitual trajetória horizontal da visão e a levantar o olhar verticalmente para se abrir e captar a sinergia que a obra cria com o ambiente em seu redor, sublimando, assim, o virtuosismo da perspectiva da pintura do século XVII, um entre os melhores exemplos da arte do tromp l’oeil de época barroca”. Deitado em um dos 11 “carrinhos” (esculturas orgânicas móveis projetadas por Ernesto na forma de veículos em madeira natural e tecido), o visitante terá a possibilidade de se deslocar livremente no espaço da Galleria. Com o auxílio de binóculos, poderá gozar de visão aproximada e particular dos detalhes da pintura e dos jogos ilusionísticos da obra pictórica, que desafia os limites do espaço arquitetônico e da percepção, fazendo com que o olhar se perca na profundidade da perspectiva do céu.

O Festival de Cultura Brasileira na Itália é uma realização da Embaixada do Brasil em Roma, da Casa Fiat de Cultura e do Ministério da Cultura, com patrocínio da Fiat Automóveis, CNH e Iveco.

Serviço:
Ernesto Neto: Olhando o céu
Período: de 5 a 23 de junho – de quarta a sexta, das 16h às 19h, sábado, das 11h às 18h
Onde: Galleria Cortona, Palazzo Pamphilj, Piazza Navona 14, Roma

Entrada gratuita

Informações:
06 68398456 / 254 | eventi@ambrasile.it
roma.itamaraty.gov.br

Massimo Listri

Nada melhor para celebrar a parceria entre Casa Fiat de Cultura, Embaixada do Brasil em Roma e o Ministério da Cultura, que apresentar a essência da arquitetura brasileira pelo olhar de um dos grandes fotógrafos europeus. Atração que encerra o Festival de Cultura e Arte Brasileira na Itália, a sala expositiva Auditorium Parco della Musica recebe, a partir do dia 15 de setembro, a mostra “Brasile”. Os visitantes podem apreciar 20 imagens capturadas pelo principal fotógrafo de arquitetura da Itália, Massimo Listri por uma ótica inesperada de cenários, formas e cores extraída de construções marcantes de quatro importantes estados: Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e o Distrito Federal.

De acordo com sua visão particular, Listri destaca a diversidade brasileira, espelhada nos traços arquitetônicos das construções do país. Do barroco ao moderno, passando pelo Art Nouveau, pelas influências vitorianas e pela arquitetura industrial, foram registrados espaços como o Palácio da Liberdade e a Igreja Nossa Senhora do Bonsucesso, em Minas Gerais; o Theatro Municipal, a Igreja da Nossa Senhora da Candelária, Estação Leopoldina e a Cidade do Samba, no Rio de Janeiro; a Casa das Caldeiras, Bienal de São Paulo, o Mosteiro de São Bento e o Auditório do Ibirapuera, assinado por Oscar Niemeyer, em São Paulo; e, em Brasília, Listri fotografou a Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida e o Palácio do Itamaraty. A mostra fica em cartaz até o dia 22 de setembro.

Serviço:
Mostra de Massimo Listri – Brasile
Data: 15 a 22 de setembro de 2013
Local: Auditorium Parco della Musica
Viale Pietro de Coubertin 30 – 00196 Roma, Itália

Mais informações
31 3289-8903
www.casafiatdecultura.com.br

Informações para imprensa
Personal Press – Polliane Eliziário
polliane.eliziario@personalpress.jor.br – (31) 9788-3029

Balklänning Robe De Mariée Robe De Mariée Balklänning